Arquivo da categoria: Santos e Santas de Deus

Santa Ana e São Joaquim

{mareiser}
Os Avós de Jesus.“Ana, fecunda raiz, que de Jessé germinou, produz o ramo florido do qual o Cristo brotou. Mãe da mãe santa de Cristo, e tu, Joaquim, Santo Pai, pelas grandezasda filha, nosso pedido escutai”Deus sempre e fiel em suas promessas, e o Salmo 131 nos diz que: “O Senhor jurou a Davi; verdade da qual nunca se afastará”, O fruto do teu ventre hei-de colocar sobre o teu trono![…] Realmente o Senhor escolheu Sião, desejou-a para sua morada: “Este será para sempre o lugar do meu repouso, aqui habitarei, porque o escolhi.”Ana e Joaquim, sem dúvida , pertenciam ao grupo daqueles Judeus piedosos que esperavam a consolação de Israel, e precisamente a eles foi dada a tarefa especial, na História da Salvação: Continuar lendo
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Igreja Católica, Santos e Santas de Deus

São João Batista

24/06/2012

Hoje (24), a igreja celebra a Solenidade da Natividade de São João Batista, patrono do blog jbpsverdade.
A Bíblia nos diz que Isabel era prima e muito amiga de Maria, e elas tinham o costume de visitarem-se. Uma dessas ocasiões foi quando já estava grávida: “Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre, e Isabel ficou repleta do Espírito Santo” (Lc 1,41). Ainda no ventre da mãe, João faz uma reverência e reconhece a presença do Cristo Jesus. Na despedida, as primas combinam que o nascimento de João seria sinalizado com uma fogueira, para que Maria pudesse ir ajudar a prima depois do parto.

Deixe um comentário

Arquivado em Igreja Católica, Santos e Santas de Deus

São João da Cruz (Sacerdote e Doutor Mistico)

[voltaparacasa]

São João da Cruz

Nasceu em 1542, em Fontibera, perto de Ávila, na Velha Castela. Era o mais jovem dos filhos de Gonzales de Yepez. A mãe, virtuosa senhora, inspirou-lhe, em boa hora, a devoção a Virgem: mereceu, assim, livrar-se de muitos perigos, por uma visível proteção daquela que com tanto fervor invocava.

Enviuvando, a mãe, com os filhos ainda de pouca idade, sem amparo, com eles se retirou para Medina. João foi enviado ao colégio, onde passou a aprender os primeiros elementos da gramática.

Pouco tempo depois, o administrador do hospital, que era testemunha da extraordinária piedade de João, convidou-o para trabalhar, empregando-o ao serviço dos doentes, para fazer-lhes pequenas coisas. O jovem desincumbiu-se com grande zelo, raro na pouca idade que então tinha. A caridade sobressaía-lhe sobretudo nas exortações que aos enfermos fazia, inspirando-lhes sentimentos dos quais achava deviam ser penetrados. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Sacerdote, Santos e Santas de Deus